Social

CERIMÔNIA DE POSSE DAS CONSELHEIRAS TUTELARES MUNICIPAIS.

A solenidade de posse das novas conselheiras tutelares do quadriênio 2020/2024 de Campo Florido aconteceu nessa sexta-feira (10) no plenário da Câmara Municipal.

A votação unificada que elegeu pela primeira vez Elizabeth Moreira, Sheila Dolores, Renata Marques, Lidiane Melo e reelegeu Katia Roberta aconteceu no dia 06 de outubro de 2019.

Para a cerimônia de empossamento das conselheiras estiveram presentes Renato Soares de Freitas, prefeito da nossa cidade, Marcelo Ribeiro, presidente da Câmara, Eva das Graças, vice-diretora do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), Juliana Cançado, diretora do Departamento de Assistência Social e os vereadores Paulo Antônio e Divina Manoela.

O prefeito Renatinho em seu discurso parabenizou as novas conselheiras e agradeceu aos relevantes serviços prestados pelas profissionais que ocuparam o cargo nos últimos quatro anos.

O chefe do Executivo campo-floridense ainda aproveitou para lembrar que o Conselho agora está mais bem estruturado, pois recebeu um carro novo e computadores, dando mais condições técnicas para que os conselheiros possam realizar um excelente trabalho.

E finalizou reforçando que a Prefeitura, junto de todos os seus departamentos, está sempre a disposição do Conselho, para apoiá-lo e ajudá-lo sempre que for solicitado, não medindo esforços para promover justiça social em nosso município.

A coordenadora do Departamento de Assistência Social, Juliana Cançado, também deu os parabéns as novas conselheiras e salientou que cada uma que ocupa essa importante função constrói uma história diária de combate as mazelas sociais, além de ser responsável por proteger a dignidade e o bem-estar das nossas crianças e adolescentes.

O presidente da Câmara e os vereadores presentes também parabenizaram as novas conselheiras e desejaram boa sorte nessa nova caminhada, enfatizando que o Legislativo também está de portas abertas para apoiar o trabalho desenvolvido pelo órgão.

O Conselho Tutelar é a entidade responsável por zelar pelos direitos das crianças e do adolescentes, juntamente com o que prevê o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), e uma vez criado ele não pode ser extinto, se tornando permanente. Ele ainda possui autonomia, não sendo subordinado a qualquer outro órgão estatal. E seus conselheiros são eleitos por votos da comunidade.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

Você também pode gostar